Clipping

home » Clipping
12 de Junho de 2017 às 18:30

Criminosos assaltam agências dos Correios no Rio e se passam por funcionários para não chamar a atenção

Fonte: G1

Imagens mostram ação da dupla em vários roubos. Segundo a Polícia Federal, foram pelo menos oito assaltos nos últimos meses no Rio de Janeiro.

pós os assaltos a carteiros e caminhões de encomendas, os bandidos resolveram roubar também as agências dos correios. Segundo a Polícia Federal, foram pelo menos oito assaltos nos últimos meses no Rio de Janeiro.

Dois criminosos entraram na agência, renderam o vigilante e levaram todos os funcionários para a sala do cofre. Logo em seguida, imagens feitas dentro da agência mostram um dos criminosos com o uniforme dos Correios no balcão, atendendo os clientes tranquilamente. Ele chega a dizer para uma cliente que entra na agência que o sistema está fora do ar. Ele resolve atender outro homem, recebe o dinheiro e até dá o troco.

Entre um cliente e outro, faz a limpa no dinheiro dos caixas. Em seguida, os ladrões voltam para a sala do cofre, pegam o dinheiro e vão embora. A polícia acredita que eles fizeram pelo menos 8 roubos a agências nos últimos meses.

Em outra ação em Cascadura, na Zona Norte do Rio, no dia desse mês, imagens das câmeras de uma outra agência mostram os primeiros clientes entrando e, entre eles, estão os dois criminosos. Um deles rende o vigilante e os clientes tentam fugir, mas não conseguem.

Uma funcionária é obrigada a digitar a senha do cofre e depois de alguns minutos, o bandido enche a mochila de dinheiro.

Imagens das câmeras de uma agência em Rocha Miranda, também na Zona Norte, mostram novamente a ação dos criminosos. Um deles está de boné verde e pula o balcão, enquanto outro cuida dos clientes. Dessa vez, a funcionária não consegue abrir o sofre e eles vão embora.

Só em Rocha Miranda, os bandidos apareceram três vezes esse ano. A agência fica em uma Praça chamada Oito de Maio, onde muitos idosos fazem exercícios e pedestres caminham. Mas a agência foi assaltada duas vezes em menos de um mês. Agora, na porta da agência os clientes encontram a mensagem: “Fechado por motivo de força maior”.

A polícia percebeu uma diminuição nos assaltos a caminhões de encomendas dos correios e um aumento nos roubos às agências. A Polícia Federal está atrás da dupla, pois pode ter mais gente envolvida, pois os ladrões estão quase sempre ao telefone.

Para o delegado, além de experiência em roubos, os bandidos têm outra arma: informação, já que os criminosos têm conhecimento rotina interna e tá calma para agir, como se conhecessem a rotina.


Outras Notícias

Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares - FENTECT

SDS, Ed. Venâncio V, Bloco R, loja 60 - Brasília/DF - CEP:70393-900 - Fone/Fax:(61) 3323-8810 - fentect@fentect.org.br