Notícias FENTECT

home » Notícias FENTECT
20 de Novembro de 2017 às 14:43

Dia da Consciência Negra - 322 anos de imortalidade de Zumbi de Palmares

Créditos: Divulgação
Divulgação

No dia 20 de novembro é celebrada a resistência dos pretos brasileiros, simbolizados na morte do mártir Zumbi de Palmares. Zumbi foi líder do quilombo dos Palmares, em Alagoas, e, junto à Dandara, sua esposa e guerreira, organizaram os pretos e pretas que fugiam da escravidão. Zumbi resistiu aos diversos ataques da coroa portuguesa, mas tombou lutando pela liberdade e a igualdade.

Assim, reflete-se a importância desse nome do debate do dia. Em muitos lugares é feriado, em outros, os comerciantes entraram na justiça para proibir. Não poderia ser diferente, já que houve lucro muito com o comércio de escravos, durante séculos. Essa também é uma maneira de apagar qualquer símbolo de resistência e lembrança dos males que a escravidão provocou à sociedade brasileira.

Para os militantes sindicais, no dia 20 de novembro, é essencial relançar o tema e reconhecer que, ainda hoje, há uma sociedade racista e que os menores salários e os piores empregos são destinados à população preta. Mesmo nos Correios, os melhores salários estão com os brancos. A ECT reproduz a sociedade, sendo, sim, uma empresa racista também.

Prova disso é que a única cláusula do acordo coletivo da categoria ecetista, que trata da Promoção da Equidade Racial e o Enfrentamento ao Racismo (Cláusula 4), não dá conta de ascender a população negra a melhores cargos e salários, ficando na superficialidade e nas “boas” intenções. A FENTECT e as representações dos trabalhadores, em geral, desejam a construção de uma sociedade igualitária e justa, igualmente nos Correios.

No mercado de trabalho, na periferia, nos presídios e em todo canto a carne mais barata é a carne preta. Há um genocídio da população negra, com jovens mortos aos milhares, abordados pela polícia a todo momento, simplesmente pela cor da pele. O sindicato e as federações têm por obrigação batalhar pela igualdade. Esse é o papel social do sindicalista: lutar por justiça. Deve-se promover ações contra o racismo em todos os campos, seja na própria entidade, onde, muitas vezes, não há ao menos o debate; seja na empresa, dirigida por pessoas que reproduzem o racismo e não enfrentam o problema, ou na sociedade, que esconde esse mal.

A FENTECT promoveu em maio deste ano o 15º Encontro da Questão Racial. Um momento rico para o debate sobre o enfrentamento ao racismo e muito importante para a classe. Porém, destaca-se que devem ser promovidos mais encontros como esse, pelos sindicatos, para que as entidades sejam participantes ativas da causa, em cada região.

Deseja-se, sim, celebrar este dia, no entanto, sob o reconhecimento de que é longo o caminho da construção de uma sociedade justa e igualitária. Ocultar o debate no Brasil, na ECT e nos sindicatos é também uma maneira de promover o racismo na sociedade.

É necessário realizar um diagnóstico da situação atual e colocar as possibilidades de mudanças para o futuro. Trilhar esse caminho em um país que utilizou a força de trabalho escrava por mais de 300 anos, sem nunca se retratar, não é tarefa fácil. Ainda hoje, as cicatrizes estão abertas e as vozes dos fantasmas da casa grande ecoam sobre o senso comum, pregando a “meritocracia” para todos, inclusive dos largados e excluídos do dia 13 de maio de 1888. Da mesma maneira, os gemidos das senzalas e dos navios negreiros não deixarão esquecer os acorrentados, amordaçados, chicoteados, sem reparação, jogados na marginalidade.

Por tudo isso, dentro e fora dos Correios, é preciso lutar para mudar essa situação. Todos os não racistas, brancos e pretos, militantes e sindicalistas comprometidos com a igualdade racial, são chamados para exercer tal tarefa. A realidade será alterada somente quando for superada a sociedade de classe, que divide e explora. Há muito a ser feito contra o racismo!

Zumbi Vive em cada um de nós, com a sede da justiça!
Não ao Racismo! Por uma sociedade igualitária e justa!
Secretaria da Questão Racial


Outras Notícias

Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares - FENTECT

SDS, Ed. Venâncio V, Bloco R, loja 60 - Brasília/DF - CEP:70393-900 - Fone/Fax:(61) 3323-8810 - fentect@fentect.org.br