Notícias FENTECT

home » Notícias FENTECT
5 de Julho de 2018 às 11:49

Federação adere, nesta quinta-feira, à luta em defesa das empresas públicas e estatais em todo o país

A FENTECT apoia, nesta quinta-feira, 5 de julho, o Dia Nacional em Defesa das Empresas Públicas e da Soberania Nacional. A data, organizada pelo Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, tem como objetivo realizar atividades por todo o Brasil que ressaltem a importância das estatais para o país e para cada cidadão. Desde sua entrada no governo, Michel Temer tem empenhado esforços para entregar o país às multinacionais e acabar de vez com as instituições públicas que cumprem papéis fundamentais para a sociedade.

É hora dos trabalhadores se unirem contra as retiradas de direitos que foram intensificadas a partir da reforma trabalhista. Mas, ainda mais importante e necessário, é levar o debate para a sociedade. As famílias também têm papel fundamental na luta pela manutenção dos empregos e das conquistas. É o futuro de todos os envolvidos que está em questão, bem como da acessibilidade garantida aos cidadãos brasileiros.

“A liminar obtida pela Fenae e pela Contraf-CUT no STF impedindo privatizações sem a autorização do Legislativo, a suspensão do leilão da Lotex e das distribuidoras da Petrobras mostram que é preciso lutar e que é possível vencer neste momento de desmonte do patrimônio público” avalia Rita Serrano, coordenadora do Comitê e representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal. 

A privatização acarreta ônus para todos. Encarece os produtos e serviços, excluí comunidades e deixa nas mãos de empresários menos comprometidos com a soberania nacional o que hoje é patrimônio do brasileiro, como a saúde, educação e a comunicação, no caso dos Correios. Os ecetistas fazem parte dessa luta. Há um processo intenso de terceirização, sucateamento e tentativa de desvalorização da estatal perante a sociedade e a imprensa para tornar a privatização uma concretização dos golpistas.

O Comitê, além dos atos, vai cobrar dos candidatos à Presidência da República a defesa das políticas e patrimônios públicos e tentar ampliar a pressão no Congresso Nacional por medidas a fim de manter a relevância dessas empresas. 

Nos Correios, não é de hoje que a ECT tenta sucatear os direitos dos trabalhadores e a própria estrutura física e organizacional da empresa. As intervenções políticas estão colocando acima do papel social os interesses particulares e capitalistas, apenas com anseio na lucratividade do mercado. Assim, ameaças são desferidas à categoria constantemente, com cortes e suspensões de benefícios, até exclusões de postos de trabalho. 

Portanto, aos trabalhadores dos Correios, a FENTECT pede apoio e participação nesta data tão essencial. Não é o futuro apenas da ECT em jogo, mas de parcerias públicas qu

e dão certo e facilitam a vida dos brasileiros. É o futuro dos ecetistas também como clientes de outras esferas; do plano de saúde; da aposentadoria e tantas outras questões em jogo, principalmente a manutenção dos empregos.

O Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas é uma instância organizativa criada em janeiro de 2016 como consequência da luta contra o Projeto de Lei do Senado (PLS) 555, que estabelecia o Estatuto das Estatais (ou Lei de Responsabilidade das Estatais). Com o governo de Michel Temer, essas ameaças foram intensificadas, exigindo cada vez mais organização e mobilização por parte do comitê. (com informações: CUT)

Galeria de Fotos


Outras Notícias

Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares - FENTECT

SDS, Ed. Venâncio V, Bloco R, loja 60 - Brasília/DF - CEP:70393-900 - Fone/Fax:(61) 3323-8810 - fentect@fentect.org.br