Notícias FENTECT

home » Notícias FENTECT
21 de Fevereiro de 2018 às 21:31

FENTECT repudia crime de feminicidio nos Correios e a insegurança da categoria

ECT deve garantir a segurança da categoria, como determina o ACT, e o apoio aos ecetistas e às famílias em casos de vítimas da irresponsabilidade da gestão

A FENTECT está de luto e se solidariza junto a toda categoria pelo caso de feminicidio contra uma trabalhadora dos Correios, registrado no Estado do Paraná. O típico caso que tantas mulheres ainda precisam enfrentar e lutar contra, diariamente. A ecetista Vania Mara de Mello foi brutalmente assassinada pelo ex-companheiro na própria agência onde trabalhava, sem qualquer chance de defesa. Por culpa da intransigência masculina e do machismo, que assolam as mulheres com sentimentos de posse, uma companheira perdeu a vida e entrou para as estatísticas cruéis da sociedade brasileira.

Crime
Consequência da desigualdade de gênero, o feminicidio já faz parte da lista de crimes hediondos que qualificam homicídios, segundo o Código Penal. A pena prevista é de 12 a 30 anos de reclusão. Mas a luta é constante. Na FENTECT e nas entidades filiadas, homens e mulheres devem ter voz ativa, igualmente e democraticamente, e representatividade. A federação acredita no direito daquelas que mantêm as famílias e a empresa a todo vapor. A voz das mulheres do Brasil não pode ser calada.

A FENTECT e os sindicatos repudiam a violência contra os trabalhadores e qualquer cidadão. Há, claramente, o descaso com a segurança da população, tanto nos locais de trabalho quanto nas ruas. A insegurança tem assombrado cada dia mais as populações por todo o país. Fica o sentimento de indignação e a espera por dias melhores, com soluções para esse direito constitucional garantido ao brasileiro.

Direitos e garantias
Nos Correios, que haja solidariedade e o respeito aos direitos dos trabalhadores e suas famílias. Que a ECT cumpra o que está garantido em Acordo Coletivo de Trabalho, como “a manutenção do compromisso na adoção de medidas necessárias para preservar a segurança física dos empregados, dos clientes e visitantes que circulam em suas dependências, reafirmando, como política institucional, a valorização da vida e da integridade física das pessoa que participa das atividades postais, e o reforço à confiança dos clientes nos serviços ofertados e à proteção do patrimônio da empresa (cláusula 47)”.

Além disso, espera-se atenção e suporte aos casos ocorridos no ambiente de trabalho, onde deveria estar assegurada a vida do trabalhador, para perdas e danos irreversíveis, como o próprio ACT também garante. Assegurando a proteção ao empregado, com os mecanismos de segurança nas agências e demais unidades de trabalho da estatal, a empresa evita indenizações por morte ou invalidez aos ecetistas e aos clientes. A negligência e o descaso também contribuem para o sucateamento e a queda da qualidade dos Correios, bem como do respeito à imagem da empresa junto à população.


Outras Notícias

Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares - FENTECT

SDS, Ed. Venâncio V, Bloco R, loja 60 - Brasília/DF - CEP:70393-900 - Fone/Fax:(61) 3323-8810 - fentect@fentect.org.br