Notícias FENTECT

home » Notícias FENTECT
15 de Março de 2020 às 14:56

Greves e paralisações programadas para 18 de março ficam mantidas

A Executiva Nacional da CUT, junto a demais centrais sindicais e movimentos sociais, resolveram cancelar os atos a manifestações públicas nas ruas em decorrência do avanço da pandemia provocada pelo novo coronavírus (COVID-19) e do crescente número de casos confirmados e suspeitos no Brasil. No entanto, FICAM MANTIDAS AS GREVES E PARALISAÇÕES PROGRAMADAS PARA O DIA 18 DE MARÇO. 

A entidade reforça que a greve não contribui com a propagação do vírus e é uma forma importante de alertar a sociedade e os governantes para os ataques do governo que enfraquecem as políticas públicas. Apesar do cancelamento de atos com aglomeração de pessoas, principalmente nas cidades e regiões mais afetadas, é de extrema importância a mobilização de todos nas redes sociais, denunciando os ataques do governo à democracia, aos serviços públicos, às estatais e aos direitos dos trabalhadores. Ainda é essencial que a população exija do governo e do Parlamento, nas três esferas, a adoção de planos eficazes de reforço ao SUS com a reposição dos recursos que vem sendo sistematicamente cortados da saúde e a suspensão imediata da Emenda Constitucional 95, que congelou o orçamento da União.

Assim como orientado pelas Centrais Sindicais, a FENTECT já cobrou da direção dos Correios, e prepara medida judicial, para garantir da estatal as condições mínimas necessárias de trabalho para um momento como esse, cobrando material adequado como luvas, máscaras, álcool em gel, para a segurança e saúde do trabalhador ecetista.

A luta de todos nós é determinante para combatermos os retrocessos e esse novo vírus que, além de envolver grave situação de saúde pública, significa mais um forte ataque à economia nacional, já prejudicada pela política econômica contrária aos interesses do Brasil, chefiada por Bolsonaro e Paulo Guedes. Confira abaixo o conjunto de ações propostos pela CUT e demais centrais e movimentos em defesa dos trabalhadores e da economia:

a. manutenção e estabilidade nos empregos e na renda aos trabalhadores/as, inclusive informais e por plataforma;
b. ampliação do acesso ao crédito público para garantir a liquidez necessária para as empresas, em particular as de pequeno e médio porte, honrarem seus compromissos - inclusive salários, na contramão do campanha governamental de desvalorização dos bancos públicos;
c. garantia de acesso a benefícios assistenciais e da Previdência Social, como os do INSS e o Bolsa Família os quais vêm sendo represados pela política econômica e pela incapacidade administrativa do governo;
d. apoio e estímulo à atividade econômica, a geração de empregos e de renda para os trabalhadores.



Leia íntegra da nota da CUT Nacional:
https://www.cut.org.br/noticias/cut-orienta-sindicatos-a-manter-greves-no-dia-18-e-nao-realizar-atos-com-multido-69a5


Outras Notícias

Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares - FENTECT

SDS, Ed. Venâncio V, Bloco R, loja 60 - Brasília/DF - CEP:70393-900 - Fone/Fax:(61) 3323-8810 - fentect@fentect.org.br