Clipping

home » Clipping
11 de Janeiro de 2018 às 15:22

Mudou de ideia?! Ministro afirma que governo desistiu de privatizar os Correios

Fonte: Tudo Celular

Em setembro de 2017 nós mostramos que o Secretário Geral da Presidência, Moreira Franco, havia informado que os Correios tinham entrado na lista de empresas que seriam privatizadas pelo governo do presidente Michel Temer.

Agora, ao que parece, o governo voltou atrás. Isso porque segundo o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, a privatização dos Correios deixou de ser debate dentro do Governo Federal.

Em entrevista ao programa Por Dentro do Governo, da TV NBR, o ministro afirmou:

"Quanto ao futuro dos Correios, se será privatizado ou não, essa discussão não existe na presente gestão. Na presente gestão, estamos recuperando os Correios."

Mesmo assim, a empresa continua no vermelho registrando constantes prejuízos. De acordo com um relatório divulgado pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), o patrimônio líquido dos Correios, ou seja, a diferença entre os ativos e o passivo, encolheu 92,63% em apenas cinco anos.

Essa deterioração mostra que os Correios está perdendo a capacidade de saldar dívidas a longo prazo, causando um aumento do endividamento da empresa e ampliando a sua dependência de capitais terceiros. Segundo a CGU, isso se deve a:

"Transferência elevada de recursos para a União, o que ocasionou redução significativa na capacidade de investimentos na empresa no curto prazo."

Segundo o próprio ministro Kassab, a atual gestão assumiu uma empresa desorganizada com déficit de R$ 2 bilhões, sendo R$ 1 bilhão empenhado para o plano de desligamento voluntário do quadro de funcionários da empresa. Ele afirma que a intenção do governo é reestruturar os Correios:

"Impomos uma rigorosa recuperação e sua administração financeira foi melhorada. A operação negativa está em R$ 1 bilhão, mas estamos em ajustes, como a venda de imóveis e o ajuste do plano de saúde, o que nos permitirá chegar ao equilíbrio dos Correios."

O ministro também garante que no futuro os Correios poderão ser privatizados em uma futura gestão, além de trabalhar com outros serviços como o de logística para a entrega de compras feitas na internet:

"Seja com privatização, parceria ou extinção, é natural que, com o passar do tempo, as empresas mudem o seu objetivo. Há alguns séculos, eles entregavam cartas, hoje ainda entregam muitas cartas, ainda é a principal fonte de receita dos Correios, mas cada vez mais temos outras atividades importantes, como por exemplo, a logística."


Outras Notícias

- 12 de Abril de 2018 às 16:19

Uma saída de mentirinha?

- 12 de Abril de 2018 às 16:13

Correios tem novo presidente golpista

- 12 de Abril de 2018 às 16:02

Insatisfação com Correios

Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares - FENTECT

SDS, Ed. Venâncio V, Bloco R, loja 60 - Brasília/DF - CEP:70393-900 - Fone/Fax:(61) 3323-8810 - fentect@fentect.org.br