Notícias FENTECT

home » Notícias FENTECT
29 de Setembro de 2017 às 19:01

Trabalhadores resistem às ameaças da direção dos Correios

A FENTECT informa que, conforme decisão dos sindicatos filiados, a greve continua. Tendo em vista a força do movimento pelo País, os trabalhadores vão permanecer mobilizados. Na próxima semana, haverá o Ato Nacional em Defesa das Empresas Públicas e Estatais, em Brasília, com o encontro de caravanas de todo o Brasil e de várias categorias, além dos Correios, para lutar contra a privatização e em defesa dos direitos e empregos.

A respeito dos descontos dos dias de greve pela ECT, conforme liminar expedida esta semana, o Comando Nacional de Mobilização e Negociação da FENTECT orienta, no INFORME 014 DO CNMN:

"AOS SINDICATOS FILIADOS e
A TODOS OS TRABALHADORES(AS) DOS CORREIOS DO BRASIL

Companheiros e Companheiras, 

O Comando Nacional de Mobilização e Negociação da FENTECT informa que a greve nacional dos Correios tomou proporções gigantescas, alcançando os 26 Estados e o DF. Na data de hoje,
trabalhadores em greve fizeram uma passeata em Campinas/SP, cidade do presidente Guilherme Campos, denunciando à população a sua péssima gestão frente à maior empresa pública
brasileira. O ato contou com a participação de trabalhadores das regiões de São Paulo e do sul do Brasil. 

Quanto à liminar proferida na data de ontem (28/09), pelo Ministro do TST, Emmanoel Pereira, considerando a abusividade da greve, mas sem previsão de multa, o CNMN esclarece que trata-se de uma decisão monocrática (proferida por um único magistrado), portanto, cabe recurso. A Assessoria Jurídica da FENTECT informou que já interpôs o recurso (agravo interno), e que o julgamento caberá à Secção de Dissídios Coletivos do Tribunal, onde as decisões são colegiadas. 

O presidente da Empresa, desde o início das negociações, vem cometendo assédio ao direito de greve, apresentando falas e opiniões do Ministro Emmanoel como se fossem sentenças, utilizando a imagem do magistrado para desmobilizar o movimento. Cabe ao vice-presidente do TST advertir o presidente dos Correios para que o mesmo não desmoralize a imagem da instituição, adulterando suas declarações, a fim de praticar conduta antissindical.

Trabalhadores de todo o território nacional denunciaram à FENTECT que tiveram descontos não discriminados em suas folhas de pagamento, impossibilitando, portanto, saber do que se trata.

A FENTECT informou que protocolou, na data de hoje, um pedido de explicação à presidência da Empresa, haja vista que não há nenhuma ordem judicial presente, e, segundo a lei de greve, o desconto dos dias parados deve ser alvo de acordo entre as partes, ao final da greve.

O CNMN orienta pela manutenção e fortalecimento da greve, pois recuar não fará a Empresa cessar os ataques. Não há outro caminho, se não AVANÇAR, com tranquilidade e inteligência!

Os sindicatos devem organizar caravanas para trazer os trabalhadores à Brasília, terça-feira, 03/10, para o ato nacional contra a privatização dos Correios."


Outras Notícias

Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares - FENTECT

SDS, Ed. Venâncio V, Bloco R, loja 60 - Brasília/DF - CEP:70393-900 - Fone/Fax:(61) 3323-8810 - fentect@fentect.org.br