Notícias FENTECT

home » Notícias FENTECT
9 de Agosto de 2019 às 18:44

URGENTE: Policiais federais invadem FENTECT e intimidam funcionários

Créditos: Reprodução
Reprodução

Na tarde desta sexta-feira (09) três pessoas adentraram à sede da FENTECT em Brasília, enquanto outros quatro permaneceram do lado de fora da Federação. Sem dar qualquer explicação começaram a observar o local e quando indagados, de maneira sarcástica, alegaram que "estavam fazendo o trabalho deles". Em seguida um dos integrantes pediu para ir ao banheiro, enquanto os outros permaneceram na parte de baixo. Quando questionados, jogaram a carteira de identificação da polícia de maneira intimidadora e não deram qualquer resposta sobre a intenção daquela visita. Uma das pessoas que aguardavam do lado de fora limitou-se a dizer que “estavam treinando um novo policial e fazendo um estudo”. Também perguntaram se ali ficava a sede da CUT. Localizada no “CONIC”, a Federação está próxima a diversos sindicatos - inclusive da própria Central - além de ter sua marca na placa, uma vez que é filiada cutista. Não é compreensível, tampouco aceitável a forma de tratamento dos policiais. Afinal, que tipo de treinamento é este que trata trabalhadores como possíveis alvos? Treinamento para quê?

Depois da tentativa de perseguição promovida pela deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF), a FENTECT vai exigir explicações sobre a atuação da Polícia Federal comandada por Moro. Essas ações ocorrem em plena campanha salarial e no momento mais agudo de enfrentamento a política de privatizações do Governo. A Federação tem seu histórico construído na luta de classes e defesa do trabalhador e não aceitará qualquer forma de intimidação ou tentativa de obstruir o trabalho que vem realizando.  

A FENTECT vê com preocupação a escalada da perseguição a entidades e movimentos sociais populares, partidos e lideranças de oposição ao governo. O autoritarismo e os abusos têm se tornado cada vez mais frequentes e não podem ser tolerados por quem preza pela democracia. Mesmo vivendo sob um governo autoritário que persegue quem se opõe a sua opinião e que prega o estado de excessão, continuaremos intensificando a mobilização contra a privatização da nossa empresa e apoiaremos todas as manifestações democráticas em defesa da população brasileira.

É provável que o tal “estudo” esteja relacionado ao 3º TSUNAMI DA EDUCAÇÃO, convocado pelas entidades estudantis. Próximo a mais uma grande manifestação em defesa da educação, o Ministro da Justiça Sérgio Moro já acionou a Guarda Nacional para “conter” manifestantes no próximo dia 13 de agosto. No entanto, fica a pergunta: que tipo de governo enxerga professores e estudantes como inimigos?

 

 


Outras Notícias

Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares - FENTECT

SDS, Ed. Venâncio V, Bloco R, loja 60 - Brasília/DF - CEP:70393-900 - Fone/Fax:(61) 3323-8810 - fentect@fentect.org.br